GAZETA DO NOROESTE MT

Mato Grosso ,

NOTÍCIAS / Brasnorte

Polícia prende quatro homens por grilagem de terra e furto de madeira na Gleba Tibagi

PJC-MT    

07 de Julho de 2016 as 09:02

PJC-MT

Os quatro homens foram apresentados ao juízo competente e aguardam na Delegacia vaga em uma unidade prisional na região

 Quatro pessoas foram presas pela Polícia Judiciária Civil na manhã de terça-feira (05), em uma operação contra crimes a extração ilegal de madeiras no município de Brasnorte. A investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Campo Novo do Parecis.

 O cozinheiro, Dionatan Aparecido Roque de Brum, 21, juntamente com Eugenio Marcus Riatto, 38, Gilmar Pereira da Silva, 41, e José Roberto dos Santos, 39, foram autuados em flagrante por furto e crime ambiental tipificado no artigo 39 da Lei 9.605/98 (cortar árvores em floresta considerada de preservação permanente, sem permissão da autoridade competente).

 Eugenio irá responder também pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, e Dionatan autuado ainda em termo circunstanciado de ocorrência (TCO) por uso de droga.

 As prisões decorreram do trabalho para apurar denúncia de furto, grilagem de terra e desmatamento nas proximidades da Gleba Tibaji, localizada na divisa de áreas  indígenas, a cerca de 200 quilômetros da cidade de Campo Novo do Parecis.

 Em diligências na região, que já é conhecida por conflitos de terras, a Polícia Civil conseguiu flagrar os quatro homens cortando árvores e extraindo diversas espécies de madeira nativa. Com eles foi apreendido 1 trator, 2 motosserras, 1 caminhão, 01 arma de fogo, e uma pequena porção de maconha. No local também foi encontrada grande quantidade de toras de madeira retiradas ilegalmente da floresta.

 Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Brasnorte, interrogados pelo delegado de polícia, Adil Pinheiro de Paula, e autuados em flagrante por furto e crime contra o meio ambiente.

 “As toras de madeiras apreendidas serão periciadas para identificação do tipo e espécies de madeira, quantidade e metragem”, destacou o delegado.

 Os quatro  homens foram apresentados ao juízo competente e aguardam na Delegacia vaga em uma unidade prisional na região.











Comente Logo Abaixo




Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.

65 99628 5314

Rua Ramon Sanches Marques , nº 44 , Distrito São Joaquim
Tangará da Serra-MT CEP 78.300-000

Newsletter
       

Copyright© 2013 - 2018. Todos os direitos reservados.